19 de Abril, 2024
Edit Content
Angola conta com apenas 62 médicos nefrologistas
AngolaNotícia

Angola conta apenas com 62 médicos nefrologistas num rácio de resposta de aproximadamente 34,5 milhões de habitantes, informou esta Sexta-feira, em Luanda, o presidente do Colégio de Nefrologia da Ordem dos Médicos, José Malanda.

Em declarações à ANGOP, no quadro do Dia Mundial do Rim, disse que a formação de profissionais e a expansão dos serviços de nefrologia têm sido dos principais desafios do sector da saúde.

Segundo o médico, um nefrologista chega a atender cerca de 200 pacientes por dia, quando o ideal seria pelo menos 30 a 50.

“Temos centros de diálise com apenas um médico para atender 200 pacientes por dia e isso leva-os à exaustão, fazendo com que não haja uma resposta satisfatória, por isso a necessidade é grande “afirmou.

Fez saber que para colmatar essa escassez, cerca de 30 médicos internos de especialidades diversas estão em formação no país e alguns deles já a terminar o curso.

“ O número de especialistas está a aumentar porque existe uma escola de nefrologia em Angola e os principais centros são no Hospital Militar, Clínica Multiperfil, Josina Machel, Clínica Girassol e Sagrada Esperança”, informou.

Sublinhou que a pretensão é manter uma média de 5 a 7 nefrologistas novos por ano para dar resposta à dinâmica no país.

Angola tem 28 centros e serviços de hemodiálise, com 656 monitores, com capacidade para atender 1.968 pacientes por dia.

Luanda possui a maior concentração de pessoas com necessidades de hemodiálise, correspondendo a 75 por cento, entre os quais 59 por cento homens, com idades compreendidas entre 34 e 45 anos, todos em idade produtiva.

Fonte: Angop

Deixa o seu comentário