19 de Abril, 2024
Edit Content
Brasil ultrapassa as 1.000 mortes devido à dengue em 2024
InternacionalPandemias & Surtos

O Brasil registou 1.020 mortes por dengue desde o início do ano, estando próximo de bater o recorde de mortes em todo o ano de 2023, indicaram hoje fontes oficiais.

Em 2023 morreram de 1.094 pessoas devido à dengue (um recorde anual) e no ano anterior morreram 1.053 pessoas devido à doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

As mortes quase triplicaram em relação ao mesmo período do ano passado, com 388 óbitos registados no mesmo período de 2023, sem contar com as 1.531 mortes por suspeita de dengue registadas este ano e que ainda estão a ser investigadas.

Em termos de infeções, o número saltou 353,3% em relação às primeiras 13 semanas de 2023, passando de 589.294 casos para um recorde de 2,67 milhões de casos prováveis até agora em 2024.

O Ministério da Saúde admite que o Brasil termine este ano com um recorde de 4,2 milhões de casos, apesar de a maioria dos estados brasileiros já ter ultrapassado o pico da doença e começar a registar um abrandamento dos casos.

Dos 27 estados brasileiros, oito apresentam uma tendência decrescente no número de infeções e outros doze estão estáveis.

Até à data, onze estados declararam o estado de emergência, incluindo os estados mais populosos do Brasil (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro).

A atual epidemia é atribuída aos efeitos do fenómeno meteorológico El Niño, que fez subir as temperaturas e aumentou as chuvas em todo o país, fatores que contribuem para a proliferação do Aedes aegypti.

O Brasil foi o primeiro país do mundo a oferecer a vacina contra a dengue pelo sistema público de saúde, embora o baixo número de doses disponíveis tenha limitado a sua aplicação apenas a crianças e adolescentes.

Fonte: Lusa

Deixa o seu comentário