30 de Maio, 2024
Edit Content
LENTES OFTÁLMICAS: COMO SÃO FABRICADAS?
Artigos

As lentes são uma componente fundamental dos óculos. Existem diferentes tipos, distintas cores e feitios. Mas, afinal, como são fabricadas as lentes oftálmicas?

Tudo começa com uma visita ao óptico, onde é medida a graduação e criado um perfil visual único, sendo em seguida identificadas as lentes oftálmicas adequadas, e efectuada uma medição para determinar o posicionamento das lentes numa armação à escolha do cliente. Estes dados são posteriormente transmitidos ao fabricante, para assegurar a produção de umas lentes individualizadas e optimizadas.

Podemos dividir as lentes em dois grupos principais e que têm métodos de fabrico muito destintos:

  • Lentes Oftálmicas de Stock, feitas por moldagem (fundição) são normalmente lentes mais simples e compensam defeitos visuais mais simples como Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo. O mesmo molde dá para fazer milhares de lentes, por isso ficam mais baratas, mas sem grande personalização no fabrico e normalmente com maiores aberrações periféricas. Existem apenas em graduações mais baixas. São armazenadas pelos fornecedores e ópticas, daí o nome de stock, de forma a depois serem montadas em óculos obedecendo às caraterísticas da prescrição e às medidas morfológicas e anatómicas do indivíduo. Se o óptico tiver as lentes em stock normalmente consegue fazer a montagem no próprio dia e o cliente fica com o defeito visual compensado no mesmo dia que leva a prescrição.
  • Lentes oftálmicas de fabrico (prescrição), feitas por fresagem e, em seguida, definem-se dezenas de milhares de pontos de corte utilizando um diamante natural. Este método permite ao fabricante personalizar livremente a superfície óptica, utilizando a tecnologia freeform. A qualidade da superfície obtida é muito superior à obtida pelo processo de moldagem (lentes de stock), conseguindo-se fabricar lentes de altas graduações com elevada qualidade óptica, permitindo uma excelente visão mesmo nas zonas mais afastadas do centro da lente. Este método de fabrico permite personalizar a lente às caraterísticas da armação e do rosto da pessoa ainda no processo de fabrico, antes da montagem das mesmas nos óculos, atingindo o máximo de personalização resulta numa adaptação imediata e num maior campo visual, maior conforto e qualidade visual.

A fase de produção tem dois momentos que ocorrem em fábricas diferentes, o primeiro é a fabricação dos semi-acabados por moldagem, o semi-acabado também designado por patela, é um bloco espesso de material que pode ser feito de diferentes matérias com diferentes densidades, estas patelas são a matéria-prima para as fábricas de lentes propriamente ditas.

Nestes dois tipos de lentes oftálmicas podemos identificar sobretudo uma diferença: o óptico geralmente escolhe lentes de Stock (standard) quando se trata de óculos simples e económicos, como por exemplo os óculos de leitura, com baixa graduação ou quando o utilizador necessita rapidamente de umas lentes de substituição. Ao contrário das lentes de prescrição, as lentes standard de stock são fabricadas em grandes quantidades e não individualmente, estando aptas para uma correcção normal da visão, mas não oferecem o mesmo nível de desempenho que as lentes de precisão individualizadas.

Para fabricar as lentes de precisão individualizadas, o óptico cria um perfil visual detalhado e abrangente do utente, que serve de base para o fabrico das lentes oftálmicas.

São basicamente nove os passos que são seguidos para produzir umas lentes individualizadas:

  • Seleção do semi-acabado, dependendo da prescrição, diferentes semi-acabados são automaticamente seleccionados no armazém. São retiradas do armazém e colocados num tabuleiro, iniciando então o seu trajecto até à estação seguinte.
  • Bloqueio, onde é aplicado um revestimento de protecção na superfície convexa da patela. O semi-acabado é assim fixado no denominado “bloqueador”, sendo este passo necessário para que a lente fique bem presa e seja devidamente processada nas máquinas.
  • Geração da Curva, em que a lente é fresada com o formato e a prescrição desejada. Nesta fase são executados três passos diferentes no espaço de um minuto e meio: fresa-se a patela, é-lhe conferida uma forma geral e, em seguida, definem-se dezenas de milhares de pontos de corte utilizando um diamante natural, conferindo a graduação à lente com tecnologia freeform.
  • Polimento, sendo que durante o polimento, a superfície côncava de cada uma das lentes é polida, mantendo-se inalteradas as suas propriedades ópticas, aumentado a transparência da lente.
  • Gravação Laser todas as lentes personalizadas têm gravados uns símbolos e números que permitem ao óptico fazer a montagem da lente conforme personalização.
  • Desbloqueio, a peça que foi usada para prender a patela é separada da lente.
  • Controlo de qualidade, uma superfície perfeita é importante para a aplicação de revestimentos modernos que não se separam da lente. Controlo cosmético e de graduação é feito nesta estação.
  • Tratamento endurecedor (anti-risco), segue-se a limpeza das lentes, diferentes agentes de limpeza e água ultra-pura, para que todos os resíduos das lentes sejam removidos, e as mesmas possam ser preparadas para o revestimento endurecedor que protege a lente de riscar.
  • Tratamento anti-reflexo é onde é aplicado o tratamento anti-reflexo que permite a lente ficar ainda mais transparente Acima de tudo, o revestimento permite: tornar as lentes mais duradouras e resistentes aos riscos; ajudar a garantir uma visão nítida quando está vento ou mau tempo; repelir a sujidade; reduzir os reflexos.

Estando as lentes produzidas, é importante garantir que as mesmas cumprem os requisitos de garantia de qualidade, pelo que cada lente deve ser cuidadosamente inspeccionada antes da entrega, sendo verificada a presença de poeiras ou danos, além de uma inspecção mecânica para assegurar que cada lente cumpre as especificações necessárias. Por fim, a montagem, isto é, a colocação das lentes nas armações, é geralmente assegurada pelo óptico.

José Geraldes, Director Técnico da Oftalmed, Master em Optometria

Fontes: https://www.zeiss.pt/vision-care/melhor-visao/compreender-a-visao/como-sao-fabricadas-as-lentes-oftalmicas.html
https://www.zeiss.pt/vision-care/melhor-visao/compreender-a-visao/as-lentes-certas-para-uma-visao-perfeita.html

Deixa o seu comentário