19 de Abril, 2024
Edit Content
Mais de 600 cirurgias cardíacas efectuadas no hospital de doenças cardio-pulmonares desde a sua inaugoração
Assistência MédicaNotícia

Seiscentas e 20 cirurgias cardíacas foram realizadas no Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, desde a sua inauguração em Novembro de 2021, informou esta terça-feira, em Luanda, o seu director, Carlos Alberto Masseca.

O responsável participou na 13ª sessão do Café CIPRA que teve como oradora principal a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, e abordou a “problemática do atendimento humanizado no sector da saúde em Angola”.

Segundo o médico, foi possível ultrapassar, em três anos de funcionamento, o número de cirurgias realizadas em 10 anos pelo Ministério da Saúde nesta área, estimadas 120 por ano.

O director disse que a nível da área de neurocirurgia, o hospital tem dado resposta a mais de 90 por cento da necessidade do país.

“Nós somos a única unidade que tem uma área de atendimento neurocirúrgico, dentro daquilo que está estipulado a nível internacional”, salientou.

Carlos Masseca realçou ainda estarem a constatar uma nova realidade nos serviços de saúde público, em que os utentes de unidades hospitalar privada procuram pelos seus atendimentos.

Por sua vez, a directora do Hospital Materno-Infantil “Dr. Manuel Pedro Azancot de Menezes”, Manuela Mendes, disse que desde a inauguração da unidade sanitária, atenderam 66 mil e 190 mulheres.

De acordo com a directora, 41 mil 258 pacientes foram acompanhadas em consulta externa de obstetrícia e já realizaram 34.035 partos, dos quais 32,25 por cento foram por cesariana.

Manuela Mendes fez saber, igualmente, que a Pediatria atendeu nesse período 70 mil 408 doentes e foram realizadas 28 mil e 300 consultas na mesma área.

Por outro lado, foram também realizadas 355 sessões de hemodiálise por insuficiência renal aguda em pacientes com malária e hipertensão arterial.

Fonte: Angop

Deixa o seu comentário