4 de Março, 2024
Edit Content
Malanje regista mais de três mil casos de schistosomíase
AngolaNotícia

Três mil 658 casos de schistosomíase foram diagnosticados em Malanje durante o ano 2023, maioritariamente em crianças e adolescentes, representando um aumento de mil 533 ocorrências em relação a 2022.
A informação foi prestada hoje, terça-feira, pelo supervisor do Programa Provincial Contra Doenças Tropicais Negligenciada, Guilherme Santos, tendo apontado os municípios de Cahombo, Marimba, Cambundi-catembo, Massango, Kiwaba Nzoji e Malanje como os mais afetados.
O responsável que falava durante uma palestra sobre o tratamento da doença, que marcou o Dia Mundial das Doenças Tropicais Negligenciadas, que hoje se assinala, disse que o aumento de casos deve-se, por um lado, à escassez de fármacos para tratar a doença, aumento de pontos de concentração de água contaminada e a frequência de banhos em rios.
Para travar tal tendência, avançou que o programa vai reforçar as ações de sensibilização nas escolas e outros locais de maior concentração populacional, bem como prevê distribuir 20 mil comprimidos, com vista a travar a propagação da doença, sobretudo entre pessoas dos cinco aos 15 anos.
Casos de lepra reduzem em Malanje
Por outro lado, o supervisor deu ainda a conhecer o registo na província de 77 novos casos de lepra em 2023, contra os 177 notificados em 2022.
Apontou a falta de área de internamento e de meios rolantes como principais condicionalismos ao tratamento da lepra na região.
Guilherme Santos fez saber que, durante o período em análise, houve igualmente o registo de 241 casos de sarna, 65 de mordeduras de cães, 29 de filariose linfática (elefantíase) e sete de mordeduras de serpentes.
O Dia Mundial das Doenças Tropicais Negligenciadas foi instituído em 2020 pela Assembleia Mundial da Saúde.
Para este ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reforça o apelo aos líderes e comunidades de todo o mundo no sentido de se unirem e atuarem para enfrentar as desigualdades que impulsionam esses males.
Fonte: Angop

Deixa o seu comentário