15 de Junho, 2024
Edit Content
Sintomas de Alzheimer em jovem de 19 anos desafia estudos sobre doença
CiênciaEstudoInsólito

Doença que geralmente acomete idosos tem como sintomas mais comuns a perda de memória e desorientação

Uma descoberta incomum abalou as concepções convencionais sobre o Alzheimer, doença geralmente associada aos idosos. No início deste ano, uma clínica na China surpreendeu o mundo ao diagnosticar um jovem de apenas 19 anos com sintomas extremamente semelhantes ao Alzheimer e o caso intriga especialistas até o momento. Essa inusitada ocorrência desafia a compreensão tradicional da Alzheimer e instiga uma reavaliação dos padrões estabelecidos sobre a doença.

O caso representa um marco, já que o paciente em questão é agora o indivíduo mais jovem já identificado com esse diagnóstico surpreendente. Os neurologistas do Hospital Xuanwu, da Capital Medical University, em Pequim, destacam que o cérebro do paciente revelou sinais precoces de degeneração, manifestando atrofia no hipocampo e encolhimento, fenômenos característicos da condição neurodegenerativa.

Além da degeneração, perda de memória, mudanças de comportamento e dificuldade em tarefas do dia a dia, foram percebidas pelos médicos no jovem de apenas 19 anos, e o acompanhamento do caso fez o Alzheimer ser cada vez mais reconhecido. Porém, o enigma em torno da origem da doença neste jovem permanece sem solução.

Como o caso do jovem com Alzheimer foi descoberto

A descrição do caso foi publicada no Journal for Alzheimer’s Disease e o artigo afirma que os primeiros sinais surgiram quando ele tinha apenas 17 anos. Foi então que a famíliza decidiu procurar especialistas e o caso foi descoberto. Um fato em destaque no estudo é que o paciente não possui histórico familiar da doença ou de outro tipo de degeneração cognitiva.

A pesquisa da origem da doença e de todos os sintomas seguem sendo acompanhados pela equipe médica do hospital.

Fonte: NSC Total

Deixa o seu comentário