23 de Julho, 2024
Edit Content
Hospitais processam principal provedor de anestesia dos EUA por alegadas restrições ilegais aos médicos
InternacionalNotícia

Dois hospitais em Nova Iorque e na Florida processaram um dos maiores fornecedores de serviços de anestesia do país, alegando que restringe ilegalmente os seus médicos de escolherem livremente onde trabalhar.Trinity Health afiliados St. Joseph’s Hospital Health Center em Siracusa e Holy Cross Hospital em Fort Lauderdale  North American Partners in Anesthesia e entidades empresariais relacionadas na segunda-feira em um tribunal federal em Nova York e Flórida.

Os processos coordenados acusam a Melville, North American Partners in Anesthesia, com sede em Nova York, de sufocar a concorrência ao forçar anestesiologistas a assinar acordos de não concorrência. Os casos pedem milhões de dólares em indenizações por supostas violações da lei federal antitruste.

Um porta-voz da North American Partners in Anesthesia não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Os réus também impediram seus médicos e enfermeiros anestesistas de trabalhar diretamente para os hospitais como funcionários, de acordo com os processos. As restrições permitiram que os réus “exigissem pagamentos exorbitantes por serviços de pacientes críticos e com falta de pessoal”, disseram os processos.

Os casos são St. Joseph’s Hospital Health Center v. American Anesthesiology of Syracuse, U.S. District Court for the Northern District of New York, nº 5:24-cv-00276; e Holy Cross Hospital v. American Anesthesiology Services of Florida, Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Sul da Flórida, nº 0:24-cv-60315.

Pelos queixosos: David Ettinger e Benjamin VanderWerp de Honigman

Para réus: Ainda não disponível

Fonte: Reuters

Deixa o seu comentário