15 de Junho, 2024
Edit Content
Como transtornos alimentares podem afetar a saúde do seu coração
ArtigosCardiologiaNutrição

A sua alimentação tem muita relação com a sua saúde cardiovascular, afirma o médico cardiologista Dr. Roberto Yano.

A alimentação é um dos principais pilares da saúde cardiovascular, seja para melhorá-la ou piorá-la. Dietas ricas em gordura aumentam as chances de doenças cardiovasculares, já dietas mais naturais previnem esse tipo de problema.

Mas além disso, transtornos alimentares que distorcem a forma como o paciente se alimenta podem gerar impactos diretos no coração e na circulação do paciente, afirma o  médico cardiologista Dr. Roberto Yano.

Transtornos alimentares como anorexia e bulimia têm impactos severos na saúde cardiovascular. A restrição alimentar extrema, como na anorexia, pode levar a uma redução drástica na massa muscular e gordura corporal, enfraquecendo o coração e aumentando o risco de arritmias cardíacas e insuficiência cardíaca“.

Compulsões alimentares, por exemplo, podem aumentar a gordura corporal e estimular o entupimento de artérias, além disso, o desequilíbrio na alimentação também pode reduzir a disposição para atividades físicas, o que também é um fator de risco para doenças cardíacas“, explica.

5 dicas para cuidar da saúde cardiovascular pela alimentação

1 – Dieta Equilibrada: “O equilíbrio é fundamental, principalmente quando se trata de alimentação, evite excessos, principalmente de ultraprocessados e comidas com alto teor de gorduras. Priorize alimentos naturais, como frutas, vegetais, grãos integrais, gorduras saudáveis, como as encontradas em abacate, nozes e peixes“;

2 – Reduza o Consumo de Gorduras Saturadas e Trans: “Limite o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas e trans, como carnes gordurosas, produtos lácteos integrais e alimentos processados. Elas podem aumentar os níveis de colesterol LDL (o “mau” colesterol), promover a formação de placas nas artérias e aumentar o risco de doenças cardíacas“;

3 – Controle o Consumo de Sal: “O brasileiro, em média, consome mais sal do que a recomendação diária, que é de 5 gramas. Reduza a ingestão de sal, optando por temperos naturais e limitando o consumo de alimentos processados e fast-foods, que são normalmente ricos em sódio“;

4 – Evite o Excesso de Açúcares: “O consumo de açúcares adicionados, como refrigerantes, doces e alimentos industrializados, O excesso de açúcares pode contribuir para o aumento do risco de doenças cardiovasculares, estimulando a obesidade, resistência à insulina, diabetes tipo 2 e inflamação, fatores que prejudicam a saúde do coração“;

5 – Mantenha-se Hidratado: “Beba bastante água ao longo do dia para manter a hidratação adequada e apoiar a saúde cardiovascular através da regulação da pressão arterial e melhora do transporte de oxigênio para as células“, explica Dr. Roberto Yano.

Sobre Dr. Roberto Yano

Dr. Roberto Yano é médico cardiologista e especialista em Estimulação Cardíaca Artificial pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e AMB. Atualmente suas redes sociais, que traz a #amigosdocoracao, contam com um número expressivo de seguidores. São mais de 2 milhões engajados e distribuídos nos canais do Facebook, Youtube e Instagram.

Deixa o seu comentário