5 de Março, 2024
Edit Content
Médicos em Benguela realizam cirurgia inédita de prótese de mandíbula
AngolaAssistência Médica

Uma equipa de médicos-cirurgiões do Hospital Geral de Benguela (HGB) realizou, na quarta-feira (15), uma cirurgia de implantação de uma prótese de mandíbula de titânio, um facto inédito na história do Sistema Nacional de Saúde em Angola.

Trata-se de uma paciente, de 22 anos de iade, que estava em acompanhamento médico no Hospital Geral de Benguela, tendo sido submetida a cirurgia de substituição de uma placa de titânio por uma prótese personalizada, através da técnica cirúrgica de remoção e reconstrução mandibular.

A cirurgia inédita durou cerca de quatro horas e envolveu uma equipa multidisciplinar de mais de dez médicos especialistas do Hospital Geral de Benguela, com capacidade para 670 camas. 

Falando à ANGOP, o director do Hospital Geral de Benguela, Divane Marcolino, disse que a utente compareceu na unidade sanitária há dois anos e lhe foi diagnosticado um tumor benigno (Ameloblastoma) da mandíbula, que a impedia de falar devidamente.

Por causa do incómodo, dor e desconforto que a mulher sentia, apontou, a equipa de cirurgia do HGB viu a necessidade de realizar o procedimento cirúrgico, que permitiu a inserção de uma placa de titânio. 

Neste momento, referiu a fonte médica, a paciente está a recuperar satisfatoriamente e deverá receber alta após dez dias de internamento.

Divane Marcolino sublinhou como esta cirurgia foi importante, isto porque se fez a remoção da placa anterior e a inserção de uma nova prótese personalizada com articulação temporal/mandibular.

Agora, frisou, todos os médicos especialistas envolvidos na cirurgia estão expectantes em ver melhorias significativas na paciente, nomeadamente recuperando a capacidade articulatória (fala), para que tenha uma vida normal.

Satisfeito com a façanha dos médicos do HGB, Divane Marcolino considera um marco histórico a primeira cirurgia desta natureza e complexidade, realizada numa unidade hospitalar em Angola, um passo para o fortalecimento do Sistema Nacional de Saúde.

Principal unidade sanitária desta província, o Hospital Geral de Benguela atende, em média, mais de 400 pacientes/dia, nas urgências de adultos, pediatria e maternidade.

Fonte: Angop

Deixa o seu comentário