15 de Junho, 2024
Edit Content
Moçambique pretende vacinar 600 mil crianças contra malária a partir do segundo semestre

Internacional

Um passo importante na luta contra a malária em Moçambique, o país anunciou na sexta feira passada, a sua intenção de introduzir a nova vacina contra a malária no segundo semestre deste ano. A iniciativa visa imunizar 600 mil crianças e representa um marco importante na luta contra esta doença que assola o país.

A introdução da vacina será feita de forma gradual, começando por uma província no segundo semestre deste ano. No próximo ano, a expectativa é que a vacinação seja expandida para as restantes províncias do país.

R21/Matrix-M é a vacina a ser utilizada em Moçambique, a segunda vacina contra a malária para crianças desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido. Esta vacina foi aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em outubro de 2023 e representa um grande avanço na prevenção da doença.

A introdução da vacina contra a malária em Moçambique traz consigo a esperança de reduzir significativamente o número de casos e mortes pela doença. A iniciativa é especialmente importante para as crianças, que são o grupo mais vulnerável à malária.

Foco Saúde//

Deixa o seu comentário