12 de Junho, 2024
Edit Content
ARMED proíbe comercialização dos leites terapêuticos F-75 e F- 100
Angola

Os leites terapêuticos F-75 e F-100, fabricados pela New Cesamex, estão proibidos de serem comercializados em Angola, devido uma adulteração do produto que prejudica, gravemente o tratamento das crianças desnutridas, e lesa a saúde pública.

Os leites F-75, contendo 75kcal/100ml, é utilizado durante o tratamento inicial e F-100, contendo 100Kcal/100ml, na fase de reabilitação e tratamento do paciente com desnutrição aguda grave.

A proibição foi feita pela Agência Reguladora de Medicamentos e Tecnologias de Saúde (ARMED), na sequência da diferença entre o aprovado pela quantidade de proteínas e o número elevado de micronutrientes do produto final disponibilizado para comercialização.
Inserida no despacho nº 025/ARMED/MINSA/2023, de 4 de Dezembro, assinado pela sua directora-geral, Katiza Mangueira.

No despacho, que à ANGOP teve acesso hoje, a ARMED orienta as entidades de saúde, que dispõem de leites terapêuticos não aprovados pela Organização Mundial da Saúde, para procederem à sua identificação, recolha e devolução ao fornecedor.

Aos importadores, dita a elaboração de um inventário e retirada dos produtos no mercado, mediante comunicação à ARMED, para o cumprimento de medidas subsequentes.

Reiteira que os leites terapêuticos adquiridos pelo Serviço Nacional de Saúde devem ser distribuídos gratuitamente.

Orienta a Inspecção Geral das Actividades Sanitárias e os Departamentos de Inspecção dos Gabinetes Provinciais de Saúde para apoiarem no cumprimento do despacho.

Recentemente, a ARMED proibiu a importação, comercialização e reexportação de medicamentos anti-tuberculosos, antirretrovirais e anti-maláricos que não constam da Lista Nacional de Medicamentos Essenciais do Ministério da Saúde.

Deixa o seu comentário