30 de Maio, 2024
Edit Content
Dia Mundial da Luta Contra a Malária
Efeméride

O Dia Mundial da luta contra a Malária, celebrado anualmente em 25 de abril, é um momento crucial para reafirmar o compromisso com a eliminação dessa doença devastadora.

A malária continua sendo um problema de saúde pública significativo em todo o mundo, com centenas de milhões de casos e milhares de mortes a cada ano. Apesar dos progressos notáveis nas últimas décadas, a doença ainda representa uma grande ameaça, principalmente para crianças, mulheres grávidas e pessoas em regiões de baixa renda.

A malária permanece como a principal causa de morte em Angola, com milhares de casos e centenas de mortes registrados anualmente. Apesar dos avanços nos últimos anos, ainda há um longo caminho a percorrer para eliminar essa doença devastadora.

Vacinas

O desenvolvimento de vacinas contra a malária representa um avanço promissor na luta contra a malária

A primeira vacina contra a malária, a RTS,S/AS01 (Mosquirix), foi aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2021. Esta vacina, desenvolvida pela GlaxoSmithKline, demonstrou eficácia de cerca de 70% na prevenção de casos graves e fatais de malária em crianças em ensaios clínicos realizados em países africanos.

No início de Outubro de 2023, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou a administração em crianças de uma nova vacina contra a malária, conhecida como R21 / Matrix-M. Quatro meses depois, um relatório publicado na revista Lancet apresenta os resultados da segurança e da eficácia desta vacina num ensaio de fase 3 que envolveu mais de 4.800 crianças em quatro países (Burkina Faso, Quénia, Mali e Tanzânia), seguidas até 18 meses em áreas de malária sazonal e 12 meses em áreas de malária regular.

Os resultados são animadores, a toma desta vacina levou a uma diminuição significativa dos episódios sintomáticos da doença em 68-75% ao longo do ano após a sua administração. 

Vacina em Angola

Angola está prevista para ter acesso à vacina contra a malária a partir de 2024.

O Ministério da Saúde está a negociar com a GAV, bem como a mobilizar recursos financeiros para que a aquisição seja feita em 2024, afirmou a ministra Sílvia Lutucuta em dezembro de 2023

Foco Saúde//

Deixa o seu comentário