4 de Março, 2024
Edit Content
RDC enfrenta uma das piores epidemias de cólera com 71 mil casos
ÁfricaInternacionalPandemias & Surtos

A República Democrática do Congo (RDC) enfrenta uma das piores epidemias de cólera dos últimos anos no país, com mais de 71 mil casos, incluindo pelo menos 766 mortes, informou, domingo, o Centro Africano de Controlo e Prevenção de Doenças (África CDC), citado pela AFP.

“A situação da cólera em África é agressiva e mais prolongada em vários países”, indicou a Agência de Saúde Pública da União Africana (UA) num comunicado divulgado após uma cimeira virtual extraordinária dos líderes da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), na sexta-feira, para abordar a crise regional. Na RDC, a zona mais atingida pelo actual surto de cólera é o Leste do país, onde a doença é endémica. Nessa região, a violência alimentada por dezenas de grupos armados e pelo exército levou à deslocação de milhões de pessoas que vivem em campos onde as más condições de higiene facilitam a propagação da doença.

De acordo com a Lusa, que cita o comunicado emitido pela UNICEF, os mais de 70 mil casos de cólera na RDC estão a causar sérios problemas ao Sistema Nacional de Saúde, com elevados custos para o Estado e famílias. O UNICEF insta as autoridades congolesas para, em coordenação com os países vizinhos e outras Organizações Internacionais, encontrar as soluções duradouras e sustentáveis.

“Se não forem tomadas medidas urgentes nos próximos meses, existe um risco significativo de a doença se propagar a zonas do país que não são afectadas há muitos anos. Existe também o perigo de uma maior propagação”, alertou a coordenadora de Emergência da UNICEF na RDC, Shameza Abdulla.

Fonte: JA

Deixa o seu comentário