5 de Março, 2024
Edit Content
Obras de reabilitação do bloco operatório dos Cajueiros concluídas em Julho
AngolaNotícia

A reabilitação do Bloco Operatório do Hospital Geral dos Cajueiros pode estar concluída até Julho do corrente ano, informou, esta terça-feira, em Luanda, o director de obras da empreiteira Omatapalo, Loti Sabino.

Segundo o responsável, em declarações à imprensa, no quadro de uma visita do Presidente da República, João Lourenço, ao Hospital dos Cajueiros, após a conclusão dos trabalhos, a unidade terá três blocos operatórios com dez camas, aumentando a sua capacidade cirúrgica, de modo a responder à demanda.

Disse que a reabilitação do bloco operatório abrange um piso completo com 650 metros quadrados, que integram também áreas de recobro, de preparação e de anestesia.

Acrescentou ainda que os trabalhos incidem no melhoramento de toda a rede de infra-estrutura do bloco operatório.

O hospital tinha basicamente  um bloco operatório inoperante há seis meses, efectuando apenas pequenas cirurgias.

Hospital pressionado pela procura

Por seu turno, o director do Hospital Geral dos Cajueiros, Daniel Café, disse esperar que a construção de novas unidades hospitalares na cidade capital possa diminuir a pressão que esta unidade sente actualmente, em termos de atendimento dos pacientes.

A título de exemplo, explicou que diariamente a pediatria recebe mais de 500 pacientes, provenientes de vários pontos da província.

Com 335 camas para internamento, o Hospital Geral dos Cajueiros possui Banco de Urgência, serviços de pediatria,  ginecologia, cardiologia, otorrinolaringologia, dermatologia, cirurgia geral e ortopedia.

No âmbito das consultas externas, tem feito um acompanhamento de doentes com tuberculose, HIV-SIDA e anemia falciforme, além de possuir um serviço de nutrição que atende crianças e adultos em fase de tratamento.

A unidade hospitalar tem ainda áreas de apoio a ecografia, RX, serviços de análise clínicas, de hemoterapia e farmácia interna e conta com 637 funcionários, dos quais 331 enfermeiros, 105 técnicos de diagnósticos terapêuticos, 36 médicos nacionais, nove estrangeiros e 155 quadros na área administrativa.

O hospital dos Cajueiros, uma unidade de referência do segundo nível do Sistema Nacional de Saúde, foi fundado em 1988 e ao longo dos últimos anos beneficiou de restauração.

Fonte: Angop

Deixa o seu comentário