23 de Julho, 2024
Edit Content
Centro de pesquisas oferece cursos gratuitos para autodidatas
FormaçãoPubli reportagem

CPAH – Centro de Pesquisa e Análises Heráclito apresenta uma inovação destinada a pessoas já formadas, autodidatas e àquelas que procuram abordagens alternativas de aprendizado, distintas dos métodos convencionais de ensino. O centro oferece uma variedade de cursos gratuitos, focados no processo de aprendizado autodidata, com o intuito de promover a reeducação. Esses cursos disponibilizam ferramentas e materiais que beneficiam especialmente aqueles que preferem ou se adaptam melhor a métodos de ensino não tradicionais.

O objetivo principal do projeto é fornecer alternativas para que pessoas autodidatas possam explorar seu potencial de aprendizagem, evitando as rotinas tradicionais de ensino que, muitas vezes, podem prejudicar seus resultados. O acesso gratuito a materiais didáticos sobre uma ampla gama de temas é uma das principais ofertas do curso.

O método adotado é o “teacher coach“, criado pelo cientista Dr. Fabiano de Abreu Agrela, que propõe uma abordagem educacional inovadora. Este método enfatiza a necessidade de uma reformulação no ensino, destacando a importância de os professores possuírem conhecimentos básicos em psicologia e neuroanatomia. Esse entendimento é essencial para atender às reais necessidades dos estudantes, respeitando suas singularidades e evitando julgamentos precipitados.

Além de vídeos e textos disponibilizados no sistema do curso, o método “autodidata” desenvolvido pelo Dr. Agrela é baseado no diálogo. O aprendizado se dá por meio de conversas e explicações, semelhantes a uma interação entre amigos. Essa abordagem busca capturar a atenção do aluno através de argumentos consistentes e estímulos motivacionais, aspectos particularmente importantes em uma época em que a capacidade de concentração é constantemente desafiada.

Para profissionais com formações prévias, o projeto também incentiva a educação continuada e o desenvolvimento contínuo de habilidades. Na era das redes sociais, diferenciar-se tornou-se uma necessidade, e os títulos acadêmicos surgem como um complemento essencial para se destacar em um mercado competitivo.

O projeto visa introduzir novos métodos de ensino, alinhados com a cultura atual e as personalidades moldadas pela tecnologia. O curso é também adequado para pessoas com autismo, superdotação, TDAH, entre outras condições que possam influenciar no tempo de formação do indivíduo.

Os cursos estão disponíveis na página do CPAH. Para acessar gratuitamente, entre em contato pelo e-mail [email protected] para obter mais detalhes sobre o processo de inscrição.

Além disso, o projeto é oferecido em parceria com o grupo UniLogos, que tem parceria com universidades em diversos países, incluindo Brasil e Estados Unidos, e também em colaboração com o Foco Saúde de Angola. 

Deixa o seu comentário